Portabilidade de Plano de Saúde

A portabilidade de plano de saúde serve para o beneficiário que deseja trocar seu plano atual, seja ele individual, familiar, empresarial ou por adesão, podendo ser planos da mesma operadora ou de outra. 

O serviço de portabilidade de plano de saúde é solicitado quando há vontade do beneficiário trocar seu plano, porém, não pode estar cancelado, senão, o procedimento não pode ser efetuado com sucesso. 

Preencha o fromulário ao lado para receber um comparativo de preços e garantir até 30% de desconto na 1ª mensalidade do plano de saúde.

Garanta o seu desconto de até 30% com a Compare Seguros

Por que fazer a Portabilidade?

Entenda por que fazer a portabilidade

Muitas pessoas que possuem um convênio médico têm dúvidas acerca da portabilidade de plano de saúde, por isso, a Compare Seguros criou um conteúdo exclusivo para sanar todas as suas dúvidas em relação ao tema. 

Contratar um plano de saúde hoje em dia é muito importante, ainda mais pela situação em que a saúde pública se encontra atualmente. Depender da fila de espera para realizar consultas e exames em postos de saúde e hospitais, têm levado muitos pacientes a terem agravos na saúde. 

Mas, quando contratamos um plano de saúde, temos que pesquisar antes de contratá-lo, especialmente os preços, benefícios e se tal plano atenderá todas as expectativas precisas e se oferecerá um bom atendimento médico.

A partir do momento em que um plano de saúde é contratado, pode ocorrer do beneficiário não estar satisfeito com o plano adquirido por inúmeros motivos, na qual, o leva a querer cancelar ou mudar de plano, para um que ofereça um atendimento melhor. 

Desta forma, quando o beneficiário desejar mudar seu plano, seja para um novo da mesma operadora ou de outra, ele pode fazer isso, por meio da portabilidade de plano de saúde. 

A portabilidade de plano de saúde serve para o beneficiário que deseja trocar seu plano atual, seja ele individual, familiar, coletivo ou por adesão, podendo ser planos da mesma operadora ou de outra. 

O serviço de portabilidade de plano de saúde é solicitado quando há vontade do beneficiário trocar seu plano, porém, não pode estar cancelado, senão, o procedimento não pode ser efetuado com sucesso. 

Segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS, não será mais obrigatório que haja compatibilidade entre o plano atual e o novo para portabilidade de plano de saúde. O que será mantido são os serviços extras e a compatibilidade de valores. 

Caso o beneficiário queira trocar seu plano de saúde com segmentação ambulatorial para um ambulatorial + hospitalar, ele tem esse direito. Porém, ainda é válido o tempo de permanência mínima de dois anos ao plano, para que a solicitação seja feita, nas demais portabilidades do plano de saúdes o prazo é de um ano pelo menos. 

Já em caso de permanência parcial temporária, o prazo de permanência é de três anos ou mínimo dois anos se as coberturas do plano atual não estiverem vinculadas ao novo plano. 

Se porventura, o beneficiário escolha um plano que tenha cobertura maior que o plano atual, ele precisa cumprir a carência para as novas coberturas.  

Critérios para a solicitação de portabilidade de plano de saúde 

Critérios para a solicitação de portabilidade de plano de saúde

O beneficiário que desejar solicitar a portabilidade de plano de saúde, deve atender às exigências da Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS, que são:

  1. O beneficiário precisa estar adimplente as mensalidades do plano atual, isto é, não ter dívidas com a operadora;
  2. O beneficiário precisa verificar se ele atende aos requisitos para solicitar junto à operadora a portabilidade de plano de saúde do seu plano de saúde;
  3. Como não há mais a obrigatoriedade de compatibilidade entre planos, o beneficiário pode fazer contato diretamente com a operadora que contratou o plano e solicitar a portabilidade de plano de saúde ao novo plano;
  4. Entregar a documentação exigida pela operadora e aguardar o prazo de 10 dias para que seja feita a análise de portabilidade de plano de saúde por parte da operadora. Caso a mesma não retorne, considerar que a solicitação foi aceita;
  5. O beneficiário tem o prazo de cinco dias para solicitar o cancelamento do plano atual após a finalização da portabilidade de plano de saúde, assim poderá usufruir do novo plano (Caso não cumpra esse prazo estimado, obrigatoriamente será necessário o cumprimento de carências vinculadas ao novo plano);
  6. O beneficiário precisa ter cumprido o prazo de permanência exigido no plano;
  7. Além disso, o plano de destino precisa ter faixa de preço igual ou inferior ao plano de origem, com exceção dos casos de portabilidade especial, plano empresariais e pós-pagamento. 

Entenda o prazo de permanência mínima para realizar a troca de plano

Confira qual é o prazo de permanência exigido para que um beneficiário realize a portabilidade de plano:  

  • 1ª portabilidade: 2 anos no plano de origem ou 3 anos se tiver cumprido Cobertura Parcial Temporária (CPT) para uma Doença ou Lesão Preexistente.
  • 2ª portabilidade: Se já tiver feito portabilidade para um plano antes, o prazo de permanência exigido é de pelo menos 1 ano; ou de 2 anos caso tenha feito portabilidade para o plano atual com coberturas não previstas no plano anterior.

Qual a diferença entre portabilidade de plano de saúde e redução de carências (migração)?

    Qual a diferença entre portabilidade de plano de saúde e redução de carências?

    Além de existir a portabilidade de plano de saúde, também há a redução de carências que é feita por meio da carta de permanência fornecida pelas operadoras dos planos de saúde. 

    A diferença entre as duas é que, a qualquer momento após o tempo de permanência no plano, o beneficiário pode solicitar a carta de permanência para a operadora em que o plano foi contratado. Saiba como solicitar a carta de permanência com nossos especialistas.

    A carta pode ser entregue no mesmo dia ou em até 5 dias, diferente da solicitação da portabilidade de plano de saúde, que leva mais tempo. Além disso, a carta pode ser utilizada na hora de fazer a migração de plano de saúde.

    Na migração de um plano para outro, diferente da portabilidade, ocorre de acordo com os critérios de cada operadora e com a carta de permanência em mãos o beneficiário consegue garantir a redução de carências. Aproveite a promoção da Compare Seguros e realize a sua migração de plano com até 40% de desconto.

    Para utilizar a carta de permanência na migração de plano de saúde o beneficiário precisa fornecer toda a documentação exigida pela operadora ou pela administradora, como: 

    • Comprovante de pagamento das três últimas mensalidades ou das três últimas faturas, se for plano na modalidade de pós pagamento, ou declaração da operadora do plano de origem*, ou do contratante informando que o beneficiário está em dia com as mensalidades;
    • O beneficiário que desejar solicitar a migração de plano de saúde, deve atender às exigências da Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS, que são: proposta de adesão assinada ou contrato assinado, ou declaração da operadora do plano origem, ou do contratante do plano atual;
    • Caso o plano destino seja coletivo, é necessário fornecer o comprovante de que está apto para ingressar no plano. Se for empresário individual, o comprovante de atuação para contratação de plano empresarial.

    *A declaração para fins de portabilidade ou migração de plano de saúde deverá ser fornecida pela operadora do plano de origem no prazo de 10 dias.

    Principais diferenças entre Migração e Portabilidade 

    Entre a redução de carências (migração) e portabilidade de plano de saúde há algumas diferenças. Para as exigências, o beneficiário consegue a redução na cobertura parcial temporária com a portabilidade de plano de saúde, já no caso da redução de carências por meio da migração usando a carta de permanência isso não é possível fazer. 

    Se tratando da redução de carências, os planos precisam ser congêneres, já na portabilidade de plano de saúde não, o que de fato prevalece é a compatibilidade entre os valores dos planos. 

    Em muitos casos, o uso da portabilidade de plano de saúde não é tão usado devido ao processo burocrático, ficando a escolha do beneficiário solicitar apenas a carta de permanência e fazer uma migração para outra operadora.

    Esta, só precisa ter as informações necessárias do beneficiário como: nome, tipo de acomodação e tempo de permanência no plano atual, tendo ele que aguardar apenas por 5 dias, entretanto, como já citado, a carta pode ser entregue até no mesmo dia do requerimento. 

    Em caso de contrato rescindido, o segurado do plano pode fazer a portabilidade de plano de saúde para outro de sua escolha e pode ser exercida no prazo de 60 dias, a contar da data da ciência pelo beneficiário da extinção do seu vínculo com a operadora.

    Entenda melhor sobre como pode ser reduzida a carência do seu plano de saúde com o requerimento da carta de permanência e a migração de plano de saúde.

    Deseja realizar a portabilidade de plano de saúde que foi contratado por você? Fale já com um dos nossos consultores e solicite já a sua portabilidade ou migração.

    Compare, contrate e economize!

      Receba comparativo de todos os Planos de Saúde.

      Bradesco Saúde

      Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. You can also style every aspect of this content in the module Design settings and even apply custom CSS to this text in the module Advanced settings.

      SulAmérica Saúde

      Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. You can also style every aspect of this content in the module Design settings and even apply custom CSS to this text in the module Advanced settings.

      Amil

      Lorem Ipsum